Bolsa sanduíche no exterior – PDSE CAPES

Informações gerais: O PDSE é um programa institucional da CAPES com o objetivo de qualificar recursos humanos de alto nível por meio da concessão de cotas de bolsas de doutorado sanduíche às Instituições de Ensino Superior brasileiras (IES) que possuam curso de doutorado recomendado e reconhecido com nota igual ou superior a 3 concedida pela última Avaliação Trienal da CAPES. Esse programa pode disponibilizar bolsas de 3 a 12 meses em uma instituição estrangeira, para o desenvolvimento de pesquisas e complementação de projetos de doutorado. O doutorando beneficiado recebe, além da bolsa mensal, seguro saúde, auxílio deslocamento para compra da passagem aérea e auxílio instalação para o período correspondente de permanência no exterior.

  • Documentação exigida para candidatura ao PDSE ( Bolsa Sanduíche)
  • 1- Plano de pesquisa no exterior, aprovado pelo orientador brasileiro e coorientador no exterior, constando o cronograma das atividades.
  • 2- Currículo Lattes atualizado do candidato
  • 3- Carta do orientador brasileiro justificando a necessidade do estágio, demonstrando interação ou relacionamento técnico científico com o coorientador no exterior e declarando que o aluno possui a proficiência necessária na língua estrangeira
  • 4- Carta do coorientador no exterior aprovando o plano de pesquisa, informando o período do estágio e declarando que o aluno possui a proficiência necessária na língua estrangeira
  • 5- Currículo resumido do coorientador estrangeiro
  • 6- Termo de Seleção de Candidaturas do PDSE com o parecer do consultor externo
  • 7- Preencher os dados no sistema (dados pessoais e outras informações do doutorado) no formulário de inscrição
  • Além dos citados acima, acrescentar documento, item VII, Artigo 11, Seção IV, da Portaria 069, de 02/05/2013 (abaixo em destaque).

Seção IV – Dos Requisitos dos Candidatos Art. 11. Requisitos do candidato: I. estar regularmente matriculado em curso de doutorado no Brasil reconhecido pela Capes; II. apresentar candidatura individual; III. ter nacionalidade brasileira ou estrangeiro com visto permanente no Brasil; IV. não acumular, no curso de doutorado no país , a presente bolsa com outras bolsas concedidas para estágio de doutorando no exterior com recursos do Tesouro Nacional; V. não ultrapassar período total do doutorado, de acordo com o prazo regulamentar do curso para defesa da tese; VI. ter completado um número de créditos referentes ao programa de doutorado que seja compatível com a perspectiva de conclusão do curso, em tempo hábil, após a realização do estágio no exterior; VII. ter obtido aprovação no exame de qualificação (ou se for o caso, obtido a aprovação do projeto de tese por banca examinadora equivalente quando do ingresso ou do andamento do curso de doutorado). Este documento pode ser emitido pela CCP; VIII. ter conhecimento do idioma utilizado na instituição de destino. Obs. A documentação deverá estar em PDF e enviada para SPG-ICB III, que providenciará o encaminhamento à Pró-Reitoria. Para maiores informações, acesse o site da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP: http://www.prpg.usp.br/?page_id=379